EducaçãoNotícias

Projeto Remição pela Leitura apresenta resultados positivos em sua primeira edição

Nesta última sexta-feira (25), a Comissão organizadora do ‘Projeto Remição pela Leitura’ se reuniu na Secretaria Municipal de Educação e Cultura, para apresentar os resultados da primeira edição do projeto e discutir com lideranças da Educação suas experiências, obtidas na unidade prisional, com os detentos, a partir de uma perspectiva pedagógica, social e psicossocial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Projeto, idealizado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura, Secretaria de Desenvolvimento Social e pela Unidade Prisional de Santa Vitória, foi lançado, oficialmente, no dia 7 de junho deste ano de 2017 e assegura a remição da pena por meio da leitura, além de diminuir a ociosidade dos detentos e de promover o caráter ressocializador.

Na oportunidade, o professor do Projeto, Marcos Medeiros, abriu a sessão dos trabalhos, pontuando sobre a relação dos objetivos da Educação com os objetivos da reabilitação penal.

“A conciliação desses objetivos é uma utopia perseguida ao longo do tempo e está presente no imaginário de todos nós que trabalhamos com Educação e de outros profissionais que acreditam na recuperabilidade do ser humano”, enfatizou.

Para realização das ações, segundo a comissão organizadora, uma equipe de profissionais da Unidade Prisional se mobiliza, para que o projeto aconteça.

“O nosso trabalho tem esta marca: agentes penitenciários, conhecedores das mazelas dos cárceres e nós, educadores sociais, que mesmo sem conhecer tão profundamente a prisão, lá estamos compartilhando os nossos saberes e adquirindo tantos outros”, destacou Marcos Medeiros.

Durante a explanação, o professor destacou a importância de reconhecer a iniciativa do diretor do presídio, Nubis Santana, por oferecer sua sala para realização das oficinas e pelo suporte que tem dado a equipe, principalmente, por meio da Servidora Edileni Silva. Da Secretária de Educação, Francisca Vânia, por disponibilizar o professor para o projeto e por disponibilizar a equipe pedagógica para apoiar em toda logística. Da Secretária de Desenvolvimento Social, Mariza Curi, por apoiar, incansavelmente, a realização desse trabalho na unidade de Santa Vitória.

No decorrer do projeto, 09 (nove) inscritos receberão o processo de remição pelo trabalho produzido em torno das obras lidas e seis outros mais, simpatizantes do processo, receberão certificados de participação, sem o caráter de remir.

A inspetora de Ensino, Sônia Maria Menezes, da Superintendência Regional de Ensino de Ituiutaba, enalteceu a iniciativa e apresentou reflexões sobre a importância de se acreditar na educação como ponto de partida para autonomia do ser humano.

Dentre as obras mais lidas, na primeira edição do projeto, destacaram-se: O Ladrão de Raios de Rick Riordan; A cabana de William P. Young; Brida de Paulo Coelho e O Conde de Monte Cristo de Alexandre Dumas.

Os encontros com os detentos são realizados em forma de oficinas de textos, em duplas, acompanhados do Professor, Assistente Social e Psicólogo.

Na ocasião, a Assistente Social Franciele Ferreira Silva e a Psicóloga Daisy Aparecida Alves Franco, integrantes da comissão organizadora, discutiram as representações sociais construídas pelos detentos sobre as experiências com a leitura das obras, a partir dos textos produzidos.

A Coordenadora Pedagógica, Luciene Medeiros, juntamente com a Vice-Presidente do Conselho Municipal de Educação, Aparecida Cristina, pontuaram sobre a importância da leitura para ressocialização e manifestaram crédito a todas as ações do projeto, nos contextos da Assessoria Pedagógica e do Conselho.

A comissão organizadora destacou que a segunda edição está sendo realizada e que, no mês de outubro, ou novembro, planejam-se ações para realização de um Sarau Literário.

Comentários

Mostrar mais

Artigos relacionados

PUBLICIDADE
Botão Voltar ao topo
X