EsportesNotícias

Equipes de seis cidades participaram da 2ª Copa Santa-Vitoriense de Judô

Equipes de seis cidades participaram da 2ª Copa Santa-Vitoriense de JudôNo último domingo (27), o Ginásio Poliesportivo Flávio Moraes recebeu 78 atletas, de seis municípios, para a 2ª Copa Santa-Vitoriense de Judô. O evento foi promovido pela ASVELC/SV e Prefeitura Municipal, através das Secretarias de Esportes e Lazer, Desenvolvimento Social e Educação e Cultura, e integrou as competições da Liga Triangulina de Judô, com participação das cidades de Planura, Ituiutaba, Uberaba, Frutal, Quirinópolis e a anfitriã Santa Vitória.

A abertura oficial contou com a presença do presidente da Liga, professor Claret, do vereador Gilberto Suru, da secretária Irenilda Conceiçᆪo, do presidente da ASVELC, Teles Batista e do diretor da Academia Roma e professor de Judô José Antônio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além do Festival, para crianças de 7 a 10 anos, a Copa contou com competições nas modalidades Infanto-Juvenil (11 a 12 anos), Juvenil (15 a 17 anos), Junior (18 a 20 anos) e Sênior (acima de 20 anos), todas em naipes masculino e feminino.
Na classificação por equipes, Santa Vitória conquistou o primeiro lugar, com 111 pontos. Planura, que ficou em segundo lugar, obteve 46 pontos. E Frutal, terceira classificada, somou 20 pontos.

De Santa Vitória, participaram 45 atletas que integram o projeto de Judô do Município, coordenado pela ASVELC, com o apoio da Prefeitura e Ministério Público local. Esses atletas, também são oriundos do programa de Escolinhas de Base do Município, que conta hoje com mais de 500 participantes, em várias modalidades esportivas.

Em seu discurso de abertura, o presidente da Liga Triangulina de Judô, professor Claret, enalteceu o trabalho que a Administração Municipal tem desenvolvido no esporte e afirmou que Santa Vitória tem sido destaque em competições de alto nível. Ele avaliou positivamente o evento e exaltou a atuação da atual gestão. “O Judô contribui com a formação do caráter dos nossos jovens. Enquanto o prefeito está investindo no esporte, ele pode ter a certeza que é menos um delinquente que estará na sociedade amanhã, pois o atleta vai guardar consigo esses ensinamentos e vai ser um homem de bem”, ressaltou.

Hannah Liak, mãe do Aurélio Franco, de 8 anos, que participa do projeto de Judô há 1 ano, disse que está orgulhosa do filho. Para ela, que assistiu entusiasmada a apresentação do primogênito no Festival, o esporte foi benéfico em vários sentidos. “Ele não fica mais ocioso, está mais disciplinado e tem mais responsabilidade na escola, aprendendo a respeitar fielmente essas regras que o Judô ensina. No condicionamento físico também foi muito positivo, pois ele sentia algumas dores no corpo e tinha problemas na respiração. Foi só benefícios mesmo”, reforçou ela.

A secretária Irenilda agradeceu o prefeito Genesinho por todo o apoio para manter o projeto e pelo incentivo na realização da Copa. Também ressaltou a importância da participação da Liga, através do professor Claret, para a credibilidade do evento. Por fim, agradeceu à parceria fundamental da ASVELC, do Ministério Público e da Câmara de Vereadores.

[justified_image_grid preset=c3 ids=9159,9156,9157,9158,9160]
Comentários

Mostrar mais

Artigos relacionados

PUBLICIDADE
Botão Voltar ao topo
X