Gente que FAZ

A professora Emerenciana de Morais e Miranda

Emerenciana de Morais e Miranda, mais conhecida por Merência
Emerenciana de Morais e Miranda, mais conhecida por Merência

A professora Emerenciana de Morais e Miranda, mais conhecida por Merência, atuou por 42 anos como educadora em Santa Vitória.
Merência, que é filha do segundo casamento de José Paranaíba Filho com Irany Morais Paranaíba, nasceu em 29 de maio de 1941 na cidade de Santa Vitória.
Aos oitos de idade, recebeu os primeiros ensinamentos, através da professora Edite. A menina teve ainda como mestres a senhora Elisabete (esposa do diretor Laerte Oliveira Muniz) e Padre Silva. Quatro anos depois, foi estudar no Colégio Santa Tereza, em Ituiutaba, onde ficou até 1956, cursando a série que equivale aos dias de hoje ao 7º ano do Ensino Fundamental. Na época, a saudade dos pais foram os principais motivos de seu retorno à cidade de Santa Vitória.
Já em casa, no auge de seus 15 anos, passou a ajudar o pai Zezé Paranaíba na Loja Soberana. Também, ajudava a mãe Irany no atendimento no posto dos Correios.
Certo dia, a mãe Irany se aproximou de Merência e indagou:
– Você quer aprender a costurar?
– Sim, eu quero. – respondeu a menina.
Para incentivar no aprendizado da filha, o pai lhe deu uma tesoura que, aliás, mesmo enferrujada pelo tempo, tem guardada até hoje.
Quanto à prática da costura, Merência teve como instrutora a senhora Mariínha do Roque.
Assim que a filha aprendeu os dotes da costura, Zezé Paranaíba passou a dar tecidos para Merência costurar. Assim, ela confecciona calças e camisas (só roupa para homens), que eram vendidas na Loja Soberana.
Em fevereiro de 1959, com 18 anos incompletos, Merência foi sondada para lecionar no Grupo Estadual São José. Para tanto, foi até a cidade de Ituiutaba, aonde fez uma prova de suficiência. Foi aprovada e logo em seguida iniciou a carreira de educadora em Santa Vitória.
Alguns anos depois, em 1964, se casou com Jacy Miranda de Souza, o Kalu (falecido em 1993), com quem teria dois filhos: Murilo (falecido em 2015) e Luciano.
Já em 1968, no intuito de melhorar sua graduação, Merência decidiu retornar aos estudos, porém, sempre continuou lecionando. Assim, fez o magistério e concluiu em 1974.
Nesse ínterim, Merência foi efetivada por tempo de serviço e, como era um desejo seu, passou a lecionar na Escola Estadual José Paranaíba.
No ano de 1984, aos 43 anos, Merência poderia encerrar a carreira, mas, como adora lecionar, prestou concurso no Estado, obteve êxito e continuou lecionando e dando assessoria na referida escola, até que se aposentou em 2001, aos 60 anos de idade.
Naquela oportunidade, Merência concluía 42 anos de uma vida dedicada ao setor educacional em Santa Vitória, com milhares de alunos educados e transformados em grandes cidadãos através de seus ensinamentos. “Eu adorava dar aulas, gostava demais de meus alunos, então, quando me aposentei, foi um momento difícil para mim”.
Embora fosse uma decisão difícil em sua extensa e digna carreira de professora, Merência, atualmente com 74 anos, se diz ciente do dever cumprido, afirmando que “foi feliz na profissão”.


Comentários

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 
Comentários

Mostrar mais

Artigos relacionados

PUBLICIDADE
Botão Voltar ao topo
X